Sexta-feira, 20 de Maio de 2011
Desarmamento para quem? bandido ou gente de bem ?

Matéria muito interessante do jornal "tribuna da imprensa"

 

leiam:

 

Wagner Moura no cinema é o capitão Nascimento, mas na vida real é apenas mais um inocente útil querendo desarmar os homens de bem.

Carlos Newton

Em meio à campanha pelo desarmamento, que é movida por uma ingênua e errônea noção do que é politicamente correto, o site G1, da Organização Globo divulga um fato que mostra bem a realidade da segurança em nosso país. Enquanto os inocentes úteis, incluindo o ator Wagner Moura, insistem em querer desarmar os homens de bem, as forças policiais não conseguem desarmar nem mesmo um bandido pé de chinelo (isso mesmo, de bermudas e havaianas).

A inoperância da polícia é motivada pelas leis que defendem os criminosos. Vejam bem o que aconteceu. Um motorista que estava em um carro blindado fotografou a ação de um criminoso que tentava assaltá-lo em um túnel da Vila Zilda, no Guarujá, na Baixada Santista, no litoral paulista. O flagrante foi registrado pelo condutor em 27 de abril, mas só foi divulgado pela Polícia Civil diz 16 de maio.

 Ao avistar o assaltante, o condutor acelerou o carro blindado. Em seguida, fez o retorno, voltou ao mesmo lugar e tirou uma foto do criminoso. Muito nítida e bem enquadrada, a fotografia mostra o assaltante de corpo inteiro, apontando uma arma na direção do veículo e mandando o motorista parar.

O local onde a foto foi feita é considerado crítico pela Polícia devido à grande incidência de assaltos. Parados nos longos engarrafamento, os motoristas ficam sem opção de fuga e se tornam alvos fáceis dos ladrões, que costumam roubar celulares, relógios e dinheiro.

Ao chegar a São Paulo, o turista encaminhou a foto para a delegacia do Guarujá e o criminoso foi identificado. É um rapaz, de 21 anos. Foi imediatamente detido e confessou a tentativa de assalto. Mas, como não houve prisão em flagrante,  foi apenas indiciado e liberado em seguida, e está pronto para cometer novos crimes à mão armada.

Se fosse um homem de bem, apanhado numa blitz quando tivesse no carro uma arma sem munição que estaria apenas levando para proteger a família em sua casa, situada em local ermo e totalmente despoliciado (como é a imensa maioria do território nacional, inclusive nas grandes cidades), esse homem de bem seria imediatamente preso, sob ameaça de ser condenado a até quatro anos de prisão.

Prendem até mesmo que tem munição no bolso, mas está sem arma. Na Justiça do Rio, depois de ser condenado em primeira instância a pouco mais de três anos de prisão, inicialmente em regime fechado, em maio deste ano um homem enfim conseguiu ser absolvido no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Motivo: ele fora preso em flagrante, com munição no bolso, mas sem arma. Que perigo oferecia?

Mas e os verdadeiros criminosos, esses que realmente oferecem perigo, quem os prende? Ora, o capitão Nascimento, claro. Mas só nos filmes. Na vida real, ele quer apenas encher o bolso com o cachê da campanha para desarmar honens de bem.


tags:

publicado por garbolemos às 18:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos

.Amigo

. seguir no sapo

.Acompanhe pelo facebook clicando em curtir.
.Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13

15
16
19
21

23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Ultimas...

. O blog mudou de endereço

. Desarmamento para quem? b...

. PM RJ toma sufoco para pr...

. O profeta ...

. Policiais condenados.

. Rio Gay

. Agora falar errado é cert...

. Brasil x França - perde...

. SEXO COM CULTURA...UMA LI...

. Só o que falta aqui no RI...

.arquivos por mês
.Atalho
.contador
.Autores
.tags

. todas as tags

.pesquisar neste blog
 
.online.
.enquete
Vocês acreditam na política das unidades de policia pacificadoras (UPP)
RSS