Segunda-feira, 9 de Maio de 2011
VERGONHA

Câmara Municipal aprova compra de carros para vereadores do Rio

Mesa Diretora diz que 80% das câmaras do país possuem carros próprios.
Alguns políticos negaram benefício. Vereadores tiveram aumento de salário.

Thamine Leta Do G1 RJ

A Câmara Municipal do Rio afirmou nesta segunda-feira (9) que aprovou a compra de uma frota própria de veículos para os vereadores cariocas. A decisão foi tomada em março durante uma reunião da Mesa Diretora, que alega que mais de 80% das câmaras municipais do país possuem carros próprios.

A assessoria da Câmara dos Vereadores não divulgou a marca dos veículos, nem o orçamento previsto para a compra. Apesar da decisão beneficiar 51 vereadores, alguns negaram o benefício e foram contra a decisão da Mesa Diretora.

O G1 entrou em contato com a assessoria do presidente da Câmara, Jorge Felippe (PMDB), mas foi informada de que eles estava em uma agenda externa e só estaria disponível à tarde.

Segundo a vereadora Andrea Gouvêa Vieira (PSDB), há 20 anos a câmara fazia uso de carros particulares. “Há 20 anos a Câmara fazia uso de frota própria, e durante uma tentativa de substituição dos veículos houve um escândalo muito grande, e esse benefício foi vetado. Agora estamos retrocedendo, é um absurdo”, disse Andrea, uma das vereadoras que negou o benefício.

De acordo com ela, hoje em dia cada vereador pode contar com um motorista cedido pela Câmara para fazer visitas fora do local de trabalho. “A Câmara disponibiliza um motorista que vai dirigindo o carro de cada vereador. Além disso pagam a gasolina, que é mais que suficiente. Os salários aumentaram de R$ 9 mil para R$ 15 mil depois do reajuste, é incompreensível essa decisão", acrescentou.

O reajuste dos vereadores do Rio, de 63%, foi concedido após o aumento dos deputados estaduais. Os deputados estaduais, por sua vez, receberam o aumento após o reajuste dos deputados federais.

 

         ___________________________x______________________________________x_____________________________________

 

 

disseram que não aceitarão automóvel da Câmara os vereadores Leonel Brizola Neto (PDT), Eliomar Coelho (PSOL), Andreia Gouvêa Vieira e Tereza Bergher (ambas do PSDB). "Não me interessa carro", afirmou Tereza. Andreia disse não ver necessidade de automóveis para a Câmara. "O mais grave é que a maioria dos vereadores realmente acredita que esse é um direito líquido e certo."

 

 

VERGONHA DOS POLÍTICOS BRASILEIROS

 



publicado por garbolemos às 17:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos

Sábado, 7 de Maio de 2011
Procurar ladrão na rua ? tem em casa pow !!

Cidinha Campos em mais um discurso inflamado, metendo pau na clarissa garotinho !!!!

 

 


tags:

publicado por garbolemos às 20:51
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 3 de Maio de 2011
Conselho de Ética do Senado terá figuras de biografias poluídas

Ouçam os comentários de Ricardo Boechat na radio band news fm sobre o conselho de ética sem ética !!



publicado por garbolemos às 21:48
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 2 de Maio de 2011
Manifesto ao STF.

 

 

Por José Cândido de Castro

Ao Excelentíssimo Senhor Joaquim Barbosa, Relator do Processo do Mensalão do PT, e Demais Ministros do Supremo Tribunal Federal.

A sociedade brasileira está sendo bombardeada pela noticia de que está em andamento no Brasil a titulo do que ocorre em Cuba, na Venezuela, no Equador, na Bolívia e alhures um processo de solapamento das instituições do Estado Democrático com o objetivo da implantação do poder EXECUTIVO como poder único e totalitário. Aqui entre nós, as baterias se voltam contra os poderes Legislativo e Judiciário cuja desmoralização é fundamental para que se alcance o objetivo final na mira do EXECUTIVO, ou seja, a prática da impunidade como proteção para os piores crimes que se cometem. A PRESCRIÇÃO do processo do mensalão do PT que vem sendo anunciado pela imprensa como repúdio e espanto da sociedade, representaria a pá de cal sobre o Judiciário em regime de UTI decretado por decisões do tipo da Ficha Limpa adotada pelo Supremo frontalmente e com absoluto desprezo da vontade popular.

Será possível, Senhor Ministro que fatalmente por suas mãos o Brasil vai ser atirado nas garras da ditadura? Digo isto, Senhor Ministro porque sua presença no Supremo sempre foi por mim, que estou com 91 anos de experiência de vida, tida e considerada como sinal de que aquela raça que construiu o Brasil com seu suor, com seu sangue, com seu sofrimento, com a privação de sua liberdade, estava reassumindo, numa instituição da importância do Supremo, sua posição de defensor da liberdade, da justiça e da honra, daquela honra que José de Alencar, dizia ter medo de perder e que José do Patrocínio nos legou como uma das mais destacadas figuras da campanha abolicionista do Brasil. Não negue, Senhor Ministro, sua raça de defensor da liberdade, da honra e do eterno Brasil livre que seus antecessores nos legaram.

É agora, Senhor Ministro, desengavete o MENSALÃO e entregue-o aos seus colegas afim de que o julguem, façam justiça e salvem o Supremo Tribunal da desonra e da vergonha de se perfilar com o crime.

Respeitosamente, de um admirador desta raça que tem erguido em seu coração um monumento de gratidão e de preito patriótico.

José Cândido de Castro encabeça a assinatura do manifesto em nome do Movimento Brasil Dignidade.

 

Retirado do blog alerta geral.


tags:

publicado por garbolemos às 20:12
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 29 de Abril de 2011
Diretório do PT aprova refiliação do ex-tesoureiro Delúbio Soares

 

O Diretório Nacional do PT aprovou nesta sexta-feira o retorno do ex-tesoureiro Delúbio Soares ao partido.

Por 60 votos favoráveis e 15 contrários, além de duas abstenções, a maioria dos petistas decidiu reincorporar Delúbio aos quadros da sigla. O ex-tesoureiro petista havia sido afastado depois do escândalo do mensalão --do qual foi um dos protagonistas.

Entre os que votaram a favor do retorno de Delubio, estão o ex-presidente do PT Ricardo Berzoini, o deputado Virgílio Guimarães (MG) e Bruno Maranhão --que liderou a invasão do MST (Movimento dos Sem-Terra) à Câmara dos Deputados. Já Renato Simões, da tendência Articulação de Esquerda, liderou o movimento contrário ao retorno.

O grupo de Simões tentou retirar o assunto de pauta para que não retornasse mais à discussão dentro do PT. Minoria dentro da sigla, a posição do grupo acabou reprovada antes mesmo do início da votação do mérito da questão.

Também votaram contra Valter Pomar, da Articulação de Esquerda, e Carlos Árabe, da corrente Mensagem, entre outros petistas.

Expulso do partido em 2005 por causa do seu envolvimento no escândalo do mensalão, Delúbio é um dos 38 réus do processo que tramita no Supremo Tribunal Federal, que deverá ser julgado em 2012.

Revelado em 2005 pela Folha, o esquema consistia no desvio de recursos públicos para compra de apoio político no Congresso.

O PT afirma que o objetivo era financiar campanhas eleitorais do PT e de partidos aliados.

 

Fonte: FOLHA.com



publicado por garbolemos às 21:23
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

medalha da vitória para o Genoino?

 

Mais uma afronta à cidadania: Genoino, réu no Supremo por corrupção e formação de quadrilha, é condecorado pelo ministro da Defesa e ganha a Medalha da Vitória.

Carlos Newton

O jornalista Ricardo Setti, em seu blog, chamou atenção para um importante assunto que passou meio despercebido pela chamada grande imprensa: o fato do ex-deputado José Genoino ter sido agraciado pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim, com a Medalha da Vitória.

Esse tipo de honraria não é para qualquer um. Vejam o que diz o decreto presidencial que criou a condecoração:

“Art. 1º Fica criada a Medalha da Vitória, em reconhecimento à atuação do Brasil em defesa da liberdade e da paz mundial, em especial na II Guerra Mundial.

Art. 2º A Medalha da Vitória poderá ser conferida aos militares das Forças Armadas, aos civis nacionais, aos militares e civis estrangeiros, aos policiais e bombeiros militares e às organizações militares e instituições civis nacionais que tenham contribuído para a difusão dos feitos da Força Expedicionária Brasileira durante a II Guerra Mundial, participado de conflitos internacionais na defesa dos interesses do País, integrado missões de paz, prestado serviços relevantes ou apoiado o Ministério da Defesa no cumprimento de suas missões constitucionais.”

Por gentileza, que alguém explique onde José Genoino está enquadrado aí acima, para merecer a medalha.

Como o jornalista Ricardo Setti destacou, o ex-deputado José Genoino, assessor do ministro Nelson Jobim, é réu do escândalo do mensalão, tendo sido denunciado pelo procurador-geral da República pelos crimes de corrupção ativa e formação de quadrilha. A denúncia foi aceita pelo Supremo Tribunal Federal e está em processo de julgamento.

A nomeação de Genoino para assessor do Ministério da Defesa já foi um escárnio. Mas a condecoração é muito mais grave, é uma ofensa à cidadania, um desacato a quem realmente merece a Medalha da Vitória e nunca recebeu.

Fica parecendo que as autoridades brasileiras fazem questão de tripudiar sobre o cidadão, de mostrar quem manda neste país, de exibirem poder e demonstrarem menosprezo pela opinião pública. Decididamente, não têm pudor. Aliás, Francelino Pereira, já ia esquecendo: Que país é esse? Ora, meu amigo, é o país do dólar na cueca e do corrupto condecorado.

 

Fonte: Jornal tribuna da imprensa

 

Agora um video onde o CQC humilha e manipula as palavras deste agora condecorado político brasileiro

vejam e tirem suas conclusões sobre esse cidadão.

 

 


tags:

publicado por garbolemos às 20:49
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 18 de Abril de 2011
Comissão da verdade.

Texto copiado do blog "tribuna da imprensa"

Autor:

Carlos Newton.

 

ótimo texto que explica exatamente o que vem acontecendo e o que pode acontecer com essa comissão da verdade, que seja igual para os dois lados (militares e militantes da esquerda armada).

Paulo Vannuchi, criador da Comissão da Verdade, abre o jogo. Exige que haja PUNIÇÃO, mas apenas para os militares que cometeram crimes na ditadura, deixando de apurar e punir os crimes da luta armada.

 

Carlos Newton

Um dos assuntos mais polêmicos e delicados no Congresso é o projeto criando a Comissão da Verdade, porque o governo federal pretende que seja destinada a investigar exclusivamente os crimes cometidos por militares durante a ditadura de 1964 a 1985, deixando fora da apuração os crimes praticados pela luta armada.

A atual da Secretária Nacional dos Direitos Humanos. ministra Maria do Rosário, diz que defende a implantação da Comissão Verdade não como revanchismo. “O próprio Ministério da Defesa e as Forças Armadas estão colaborando de forma institucional para o sucesso da iniciativa. Não tem revanche ou ódio, pois se isso acontecesse não conseguiríamos mobilizar a sociedade em torno do projeto”, afirmou recentemente, no Cemitério de Vila Formosa, em São Paulo, onde pesquisadores do Ministério da Justiça e da Procuradoria da República trabalham na busca por ossadas de presos políticos desaparecidos.

Mas não é esta a versão do verdadeiro criador da Comissão da Verdade, Paulo Vannuchi, ex-ministro dos Direitos Humanos do governo Lula. Em recente viagem aos Estados Unidos, ele insistiu em defender a rápida aprovação do texto que está no Congresso, sem alterações, afirmando que só precisam ser investigados os crimes da ditadura militar (1964-1985), deixando-se de apurar os crimes cometidos pela luta armada.

Além disso, tocou num assunto tabu, que nem a presidente Dilma Rousseff ou a ministra Maria Rosário jamais admitiram. Sem tergiversar, Vannuchi disse que apesar da retirada do termo “justiça” do nome da comissão, será possível “a punição de torturadores” considerados culpados. “Não é preciso jogar torturadores para morrerem no cárcere, é possível encontrar penas alternativas”, tentou ressalvar, percebendo que tinha ido longe demais na declaração.

Ele também disse que não cabe “maniqueísmo” no debate, pois “o que houve no Brasil não foi uma guerra entre anjos e demônios”. E justificou: “Abrir o debate de novo poderia criar algo mais rico, mas possivelmente impediria a aprovação”, afirmou Vannuchi durante seminário no Instituto Brazil do Woodrow Wilson International Center for Scholars.

O ex-ministro disse que a sociedade civil brasileira “já reconheceu” que os elaboradores do texto da Comissão da Verdade fizeram bem em ter “moderação” devido ao “clima parecido ao do golpe militar de 1964 em alguns discursos” durante o debate que se seguiu ao início do processo.

Vannuchi fez ainda críticas ao ministro Nelson Jobim (Justiça) por suas discordâncias acerca da comissão. E negou que nas considerações do órgão  haverá “bilateralidade” (incluir investigação sobre crimes cometidos por guerrilheiros), como disse ter sido sugerido pelo ministro da Defesa, e afirmou que a história dos protestos de Jobim e ameaças de demissão foram “mal explicadas”.

“Eu não acho que o mais relevante seja analisar as razões, ou conotação filosófica, da posição do ministro Jobim”, disse. “O que importa é que foi feito esse processamento e o debate tem que ser feito em torno do texto atual.”

“Não há bilateralidade alguma no texto. Pode ser que o ministro [Jobim] tenha feito um jogo com a imprensa para dar a impressão de que saiu vitorioso”, ironizou Vannuchi.

Para ele, “os ministros [do Supremo] trabalham com uma ficção da Lei de Anistia, dizendo que foi resultado de um pacto com a oposição. Isso é totalmente falso. O projeto de anistia foi da ditadura. (…) Autoanistias não valem. Temo que a decisão do Supremo não foi iluminada pela jurisprudência do direito internacional”, afirmou Vannuchi, que é autor do famoso e polêmico Plano Nacional de Direitos Humanos, conhecido como PNH-3, que autorizava o Congresso a legalizar o aborto, a criar a Comissão da Verdade, a facilitar invasão de áreas rurais produtivas e por aí a fora.

Também presente ao seminário em Washington, o sociólogo Paulo Sergio Pinheiro, da Comissão Inter-Americana de Direitos Humanos, defendeu a comissão, mas discordou do ex-ministro, dizendo que não haverá punição, apenas esclarecimento. “Os torturadores não precisam ficar muito agitados, porque o estabelecimento da Comissão da Verdade não vai significar punição. Não entrem em pânico, vocês não serão julgados. Mas claro, eles não estão convencidos, porque sabem que haverá relatórios e consequências.”

Vannuchi, apresentado no seminário como candidato a comissário da Comissão Inter-Americana de Direitos Humanos (braço da Organização dos Estados Americanos), já perdeu a possibilidade de entrar nessa sinecura. Por causa das críticas da OEA à construção da usina de Belo Monte, o governo brasileiro desistiu de indicá-lo. É pena. Pessoas desagregadoras como Vannuchi deviam morar o mais longe possível do Brasil.

Detalhe final: nosso colega Carlos Chagas, um dos jornalistas mais bem informados de Brasília, já adiantou aqui no blog que o Congresso deve aprovar a Comissão da Verdade, mas com a bilateralidade proposta por Nelson Jobim. Ou seja, os crimes da luta armada também serão investigados. Se isso acontecer, Vannuchi pode ter uma sincope, um mal súbito, e perder o que ainda lhe resta de razão.



publicado por garbolemos às 15:53
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

político ? Cambada de sangue suga.

 

Em São Paulo, mais de um milhão de eleitores votaram no Tiririca apenas por gozação, o que nada tem a ver com a política, e fizeram-no apenas para ironizar a realidade brasileira e demonstrar seu desprezo pelas autoridades. No Rio, mais de 200 mil eleitores votaram em Romário, em homenagem a seu passado de futebolista, o que também nada tem a ver com a política. Idem, idem, no que diz respeito a Popó, pelo seu empenho nos ringues.

Esse fenômeno se espalha pelo país inteiro, no Ceará já elegeram uma prostituta como deputada estadual, e por aí vamos. Antigamente, quando não havia a urna eletrônica, votamos no rinoceronte “Cacareco”, no bode “Cheiroso” e no macacão “Tião”. Mesmo assim, os políticos profissionais não se emendam. Custam cada vez caro à nação. E o que dão em troca? Confira os custos diretos (não estão computados os custos indiretos) e veja se isso tem justificativa. É desalentador:

 

Salário: R$ 26.700,00

Ajuda de Custo: R$ 35.053,00

Auxilio Moradia: R$ 3.000,00

Auxilio Gabinete: R$ 60.000,00

Despesa médica pessoal e familiar: ilimitada e internacional

Assistência: livre escolha de médicos, dentistas e clínicas

Telefone Celular: gatos ilimitados

Bônus anual: dois salários adicionais = R$ 53.400,00

Passagens e estadia: uma por semana, de ida e volta

Reuniões no exterior: dois congressos ou o equivalente todo ano

Custo médio mensal: R$ 250.000,00

Aposentadoria: depois de oito anos

Fonte de custeio: NOSSO BOLSO!!!!!!

 

Os senadores gastam ainda mais, porque cada um dele tem um carro oficial de luxo à disposição. E é melhor nem tocar no assunto, porque os deputados podem se revoltar e exigir auxílio-condução. Além dos congressistas, nossos impostos sustentam também os deputados estaduais. vereadores, prefeitos, governadores, a presidente, seus vices, e por aí em diante.

Por isso,  Ao final da mensagem sobre os custos dos deputados, os autores desse e-mail perguntam: “Dá para chamar o Tiririca de palhaço? Pense bem: quem é o palhaço?”

 

PODEM RIR NÓS MERECEMOS.

 

 

Fonte: Email corrente. modificado

 

 

 

 


tags:

publicado por garbolemos às 15:40
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 4 de Abril de 2011
Defesa Delegado Carlos Oliveira.

O delegado carlos oliveira indiciado pela PF na operação guilhotina.

 

Vejam os videos divulgados e tentem intender um pouco da história na verção do Delegado.

 

 

 

 

 



publicado por garbolemos às 16:14
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Sábado, 2 de Abril de 2011
Notícia já esperada !!

"A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) sinalizou nesta sexta-feira que o trem-bala não deverá ficar pronto a tempo para as Olimpíadas".

 

Obs: Se no japão eles levam 7 dia para reconstruir uma estrada, e aqui no Brasil são meses para recuperar um pontezinha pequena, você imagina quanto tempo levaria para fazer um trem bala né !!!!

 

Acho que o povo é um pouco exigente demais como nossos políticos "COITADINHOS".

 

Fonte: jornal extra.



publicado por garbolemos às 07:49
link do post | comentar | adicionar aos favoritos


.Amigo

. seguir no sapo

.Acompanhe pelo facebook clicando em curtir.
.Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13

15
16
19
21

23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Ultimas...

. VERGONHA

. Procurar ladrão na rua ? ...

. Conselho de Ética do Sena...

. Manifesto ao STF.

. Diretório do PT aprova re...

. medalha da vitória para o...

. Comissão da verdade.

. político ? Cambada de san...

. Defesa Delegado Carlos Ol...

. Notícia já esperada !!

.arquivos por mês
.Atalho
.contador
.Autores
.tags

. todas as tags

.pesquisar neste blog
 
.online.
.enquete
Vocês acreditam na política das unidades de policia pacificadoras (UPP)
RSS